15202912083430.png
Capa

EDIÇÃO IMPRESSA


POLÍTICA

Vereadores querem a duplicação da SC 410

Construída para uma realidade de 40 anos atrás, a Rodovia SC-410 não suporta mais o conturbado trânsito que recebe diariamente

Foto: PYERRE CABRAL JR
Vista panorâmica do trecho da SC 410 que corta a localidade de Santo Antônio, em Nova Descoberta

Por Leopoldo Barentin

Maurício Poli (PSB) e Paulo Cesar Pereira (PSD), vereadores de Tijucas, estão a frente de um movimento que teve as primeiras sementes lançadas em sessão ordinária da Câmara Municipal. Eles querem mobilizar as lideranças políticas e autoridades de todo o Vale em favor de um projeto amplo, visando reivindicar a duplicação da também chamada "rodovia da morte".

 Inaugurada em 1971, ou seja, há 40 anos, época de pujança da USATI e da indústria de cerâmica vermelha da região, a então Rodovia SC 411 levava o nome de Walter Vicente Gomes. Depois, já no século XXI, Luiz Henrique da Silveira asfaltou a estrada São João Batista - Major Gercino e a Assembleia Legislativa, por iniciativa do deputado, hoje desembargador, João Henrique Blasi, batizou-a com o nome Walter Vicente Gomes. Há estrada Tijucas-Nova Trento recebeu no mesmo processo a denominação de "Rodovia da Fé". E, segundo os vereadores, é preciso ter muita fé para trafegar na hoje SC 410.

Os vereadores querem mobilizar as lideranças políticas de todo o Vale em favor de um projeto amplo, visando reivindicar a duplicação já da rodovia da morte


Situação de desespero

 Além de vereador Maurício Poli é empresário e tem suas atividades na localidade de Nova Descoberta "vive em cima da Rodovia". Ele relata que as condições de conservação da Rodovia são péssimas e o que mais se vê são buracos na pista no acostamento, mato, placas caídas, pontes quebradas, pintura gasta e tantas outras situações que prejudicam a trafegabilidade para quem dirige com responsabilidade.

 "Não adianta fazer um concertinho, o que tem para fazer não fica muito longe de uma duplicação". Sabemos que não se faz uma obra desta de um dia para outro, mas o Governo Estadual ou Federal pode botar no orçamento do ano que vem", diz Paulo Cesar Pereira.

Rodovia da Fé. Segundo os vereadores, é preciso ter muita fé para trafegar na hoje SC 410

 A bandeira está levantada. Paulo Cesar e Maurício contam com o apoio unânime dos vereadores. Agora eles partirão para o diálogo com os vereadores de Canelinha, São João Batista, Nova Trento, Major Gercino e Costa Esmeralda, tentando convencê-los a se engajarem no movimento. Através do prefeito Eloi Mariano Rocha pretendem envolver todos os prefeitos da região.

 Para fortalecer a mobilização está sendo analisada a possibilidade de se articular a circulação de um abaixo assinado empresarial e outro para população, respaldando o pleito.

Um aliado a vista

 O vereador Rudnei de Amorin (PSD), presidente da Câmara Municipal de Tijucas, também já está envolvido na mobilização de Maurício Poli e Paulo Cesar Pereira. Através dele se incorporou ao grupo o ex prefeito de João João Batista e atual secretário de Estado Adjunto da pasta de Desenvolvimento Social, o já declarado pré-candidato a deputado estadual nas eleições de 2022, Daniel Neto Cândido. Ele está ajudando a abrir portas no Governo do Estado para se tentar pelo menos um lenitivo, isto é, uma completa revitalização da ligação entre Tijucas e Nova Trento.

 Além das questões aqui já elencadas, principalmente no tocante a pista de rolamento, acostamentos, sinalização horizontal e vertical e a manutenção mais frequente do mato nas margens da rodovia, ainda foi levantada a questão da iluminação e da instalação do posto da Polícia Militar Rodoviária Estadual, com o objetivo de proporcionar mais segurança aos usuários da SC 410.

 "Se fomos contar quantas pessoas perderam a vida só nos últimos 10 anos vamos nos assustar com o tamanho da violência da nossa Rodovia da Fé. Só em cinco dias morreram quatro pessoas em Nova Descoberta vítimas de acidentes", diz Maurício Poli.

 "A SC 410 foi construída para uma época em que o Vale não tinha 50 mil habitantes e a velocidade máxima nas rodovias era de 60km/hora. Hoje ninguém anda a menos de 100, a população da região quase triplicou, por aqui passa o trânsito de Brusque, Guabiruva, Botuverá, Gaspar, os peregrinos de Santa Paulina e a estrada é pior do que era quando foi inaugurada há 40 anos, em 1971", argumenta o vereador Paulo.


A rodovia SC 410 tem sido protagonista de momentos de muita tristeza e sofrimento para as famílias do Vale

O abandono da Rodovia SC 410










ULTIMAS NOTÍCIAS

jr.png

| | insta |

Quem somos | Mapa do site | Webmail | Painel de controle

Copyright © 2017 Jornal Razão - Tijucas SC
Todos os direitos reservados.


Whatsapp
(48) 8453-0809


EDIÇÃO IMPRESSA

Sexta, 15 de dezembro

Capa