nas-redes.png

EDIÇÃO IMPRESSA

Sexta, 11 de dezembro

Capa
Capa

EDIÇÃO IMPRESSA


MEIO AMBIENTE

Bandeira na cor lilás alerta para presença de águas-vivas nas praias da região

Por Felipe Franco

Surgindo em pequena escala, até este momento da temporada, os alertas para elas já estão sendo emitidos. Por meio de bandeiras afixadas na faixa de areia, na cor lilás, os guarda-vidas sinalizam para o "risco com acidente com água-viva", afirma o soldado Douglas Augusto Bernardes, do Corpo de Bombeiros Militares de Balneário Piçarras. Na região, a incidência mais comum é da espécie caravela.

"Dependendo a direção e velocidade do vento temos a incidência de caravela, geralmente o vento leste", reforça o soldado Bernardes. Além da fixação das bandeiras, só colocadas quando há a real presença do animal marinho, "os guarda-vidas além da bandeira lilás, informam verbalmente os banhistas na praia, e caso aconteça alguma queimadura eles realizam os primeiros atendimentos". 

Acidentes por águas-vivas e caravelas são comuns em Santa Catarina por uma série de razões que incluem época de reprodução dos animais, temporadas de veraneio e até a temperatura das águas. Dor e sensação de queimação, causada por envenenamento, são os principais sintomas. Eles podem ser tratados com medidas de primeiros socorros simples, como aplicação de água do mar gelada e compressas de vinagre. 

"Quando temos casas de queimaduras, devemos utilizar vinagre ou água salgada para neutralizar a toxina", recomenda o soldado. As bandeiras, na cor lilás, seguem o padrão internacional de sinalização para prevenção em áreas aquáticas, indicando a presença de animais marinhos perigosos. Ela deve ser utilizada como uma bandeira secundária, junto à que orienta sobre as condições do mar. Independentemente disso, a orientação é que os banhistas fiquem atentos se há presença de águas-vivas na areia da praia e verifiquem com os guarda-vidas se é seguro entrar na água. 

GUARDA-VIDAS

A alta temporada da Operação Veraneio do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC), começou oficialmente em dezembro. Isto quer dizer que todos os postos de guarda-vidas estão ativados, garantindo a segurança dos banhistas. Em Balneário Piçarras, Barra Velha e Penha, serão 126 profissionais atuando nas praias. 

Na orla de Balneário Piçarras 30 guarda-vidas trabalharão diariamente, sendo que há 33 disponíveis para os turnos. Em Barra Velha são 64 guarda-vidas ativos, para uma escala diária de 43. Já em Penha, 29 profissionais estão disponíveis e 27 irão atuar ao longo dos sete dias da semana.

Imagens




ULTIMAS NOTÍCIAS

jr.png

| | insta |

Quem somos | Mapa do site | Webmail | Painel de controle

Copyright © 2017 Jornal Razão - Tijucas SC
Todos os direitos reservados.


Whatsapp
(48) 8453-0809

 

Quem somos | Mapa do site | Webmail | Painel de controle

 

Copyright © 2017 Jornal Razão - Tijucas SC
Todos os direitos reservados.