15202912083430.png
Capa

EDIÇÃO IMPRESSA


POLÍCIA

Discussão entre donos de bares flutuantes no Caixa d'Aço termina com um esfaqueado em Porto Belo

Pessoas estavam armadas com faca, pedaços de pau e tijolos

Foto: Bares flutuantes no Caixa d

Uma discussão entre donos de bares flutuantes no Caixa d'Aço terminou com um esfaqueado na noite deste domingo (4), por volta das 20h20min, em Porto Belo, no Litoral Norte de Santa Catarina. A Polícia Civil irá investigar o caso.

Segundo a Polícia Civil que irá investigar o caso, pelo menos três pessoas tiveram lesões leves causadas por faca durante o fato. O inquérito irá apurar o crime de lesão corporal e rixa.

De acordo com o relato de moradores à Polícia Militar (PM), a desavença entre os proprietários dos estabelecimentos acabou em briga na Rua Geral do Araça, no bairro Araçá, onde fica a praia do Caixa d'Aço. Ainda de acordo com os moradores, as pessoas estariam armadas com faca, pedaços de pau e tijolos para agredir os oponentes.

O grupo de pessoas armadas formado por um dos donos esperava pelo dono do outro bar. Na briga, um dos moradores acabou sendo esfaqueado. Outras pessoas envolvidas na situação foram até a Central de Polícia de Bombinhas com alguns machucados para depor sobre o que havia acontecido e fazer a denúncia.

Uma guarnição da PM de Porto Belo foi acionada para ir até o local e encontrou os moradores alterados relatando o que havia ocorrido.

Os dois homens que foram até a polícia em Bombinhas foram atendidos pelo Corpo de Bombeiros e levados para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade. Os homens falaram para a polícia que tentaram se defender e saíram do local sem saber quem eram os agressores. Eles ainda contaram sobre a desavença entre os donos.

Segundo a Polícia Civil que irá investigar o caso, pelo menos três pessoas tiveram lesões leves causadas por faca durante o fato. O inquérito irá apurar o crime de lesão corporal e rixa.

O que diz um dos envolvidos

Em nota, um dos donos de bar envolvidos na briga alega ter sofrido as agressões. Além disso, ele diz que com ele estavam mais cinco pessoas, sendo duas mulheres. Segundo a nota, as mulheres tiveram as roupas arrancadas. Ele e os colegas teriam entrado em um carro para se proteger, no entanto, o veículo foi depredado pelos supostos agressores, segundo o dono do bar. Ainda de acordo com a nota, o empresário alega que havia 40 pessoas no grupo do outro bar que estariam envolvidos nas agressões.

Com informações de Nsctotal




ULTIMAS NOTÍCIAS

jr.png

| | insta |

Quem somos | Mapa do site | Webmail | Painel de controle

Copyright © 2017 Jornal Razão - Tijucas SC
Todos os direitos reservados.


Whatsapp
(48) 8453-0809


EDIÇÃO IMPRESSA

Sexta, 15 de dezembro

Capa