nas-redes.png

EDIÇÃO IMPRESSA

Sexta, 24 de Julho

Capa
Capa

EDIÇÃO IMPRESSA


POLÍCIA

Homem que afirma ser detento do Presídio de Blumenau faz pedido à Justiça

Além de apontar problemas na unidade, ele pede que processos de internos do semiaberto seja revisto como em outras cidades

Um vídeo que teria sido gravado dentro do Presídio Regional de Blumenau tem circulado pelas redes sociais. Nele, um homem que afirma ser detento do regime semiaberto, aponta problemas na unidade e faz um pedido à Justiça de Santa Catarina.

"Há meses estamos à mercê de um descaso total e sem condições humanitárias de convívio nesta unidade. Os sistemas hidráulicos, esgoto e elétricos estão todos danificados e sem condição de uso. Sem contar a presença de ratos e baratas, transmissores de doenças", afirma.

Ele também menciona a superlotação do presídio, situação que vem se arrastando desde o início do ano. Nos últimos meses, diversos presos foram liberados por falta de vagas. Outra reclamação é o abuso de poder por parte dos guardas.

Entretanto, o principal ponto do vídeo é pedir ao Poder Judiciário do estado que reavalie processos dos internos do regime semiaberto. Apenas em Santa Catarina, mais de 1.070 detentos foram liberados por conta da pandemia. Alguns deles estavam em quadro de risco. Outros estavam próximos de progredir para o regime aberto.

Segundo o suposto detento, as visitações e saídas temporárias foram suspensas no dia 18 de março. "Nos deixando apreensivos e sem esperança de podermos estarmos juntos aos nossos entes queridos neste momento tão crítico e desesperador causado pelo Covid-19", relata.

Veja o vídeo completo

Detentos organizam manifestação

De acordo com áudios que foram enviados juntamente ao vídeo, os detentos também organizaram uma manifestação em frente ao Fórum de Blumenau. Eles pedem que o ato seja pacífico, com familiares e visitas vestindo branco.

O evento estaria marcado para as 12h desta sexta-feira, 27. Eles também indicaram o uso de luvas e máscaras de proteção por conta do coronavírus. Advogados, imprensa e bandeiras cobrando os direitos dos presos também foram mencionados.

"Até mesmo o diretor da unidade disse que eles não conseguem nos manter aqui dentro, não tem fornecimento de medicamento, não tem condição nenhuma de manter uma epidemia dentro do presídio", diz o autor do áudio.

Posição do DEAP

O Departamento de Administração Prisional (DEAP) afirmou que a veracidade do vídeo está sendo investigada, assim como os possíveis responsáveis. Entretanto, não confirmou ou negou a situação apresentada no vídeo.

Na madrugada desta segunda-feira, 23, dois detentos fugiram do Presídio Regional de Blumenau. Anderson Pinheiro Figueira, de 34 anos, e João Paulo Lima Alves, 22, estavam no regime semiaberto.

Leia a nota na íntegra:

O Departamento de Administração Prisional informa que as imagens serão periciadas para apurar a veracidade do vídeo. Ao mesmo tempo será instaurada sindicância interna para identificar as circunstâncias e as responsabilidades.


CRÉDITOS: O Município Blumenau




ULTIMAS NOTÍCIAS

jr.png

| | insta |

Quem somos | Mapa do site | Webmail | Painel de controle

Copyright © 2017 Jornal Razão - Tijucas SC
Todos os direitos reservados.


Whatsapp
(48) 8453-0809

 

Quem somos | Mapa do site | Webmail | Painel de controle

 

Copyright © 2017 Jornal Razão - Tijucas SC
Todos os direitos reservados.