Lorran Barentin

Herdeiro da Lenha na Fogueira e diretor do Jornal Razão. "Jornalismo é publicar aquilo que alguém não quer que se publique. Todo o resto é publicidade".

Futuro do Hospital de Tijucas será definido nesta terça-feira

Reunião no gabinete do Prefeito Eloi Mariano Rocha definirá os próximos passos

Futuro do Hospital de Tijucas será definido nesta terça-feira

No comecinho de Agosto, o Jornal Razão trouxe uma entrevista exclusiva com o prefeito de Tijucas, Eloi Mariano Rocha.

O tema principal da Conversa Franca, comandada pelo Diretor do JR, Lorran Barentin, foi a situação da emergência do Hospital São José.

Isso porque a atual empresa que administra o HSJ deu o ultimato para o prefeito: ou vocês assumem ou o hospital fecha as portas.

Na entrevista ao Jornal Razão, Eloi foi enfático ao dizer que, no máximo em 60 dias, a situação estaria resolvida.

Acontece que este prazo de 60 dias está chegando ao fim, mais precisamente no dia 25 deste mês. Ou seja, para se cumprir a promessa, o Prefeito de Tijucas tem no máximo, em tese, até a próxima semana.

Não é novidade que Eloi Mariano Rocha é um homem de palavra e talvez seja até por conta disso que raramente promete algo. Na maioria das vezes, apenas anuncia quando já está praticamente concretizado. Portanto, não fomos surpreendidos ao saber que o Professor Eloi convocou uma reunião de urgência com todos os vereadores da cidade.

Isso também é um fato histórico, pois não somente os vereadores situacionistas foram convocados, como também os parlamentares de oposição.

Reza a lenda que, para sanar o déficit de recursos do HSJ, seria necessário a aprovação de uma lei com o repasse de R$ 500 mil por mês ao Hospital de Tijucas. Todavia, a informação ainda não foi confirmada oficialmente. 

A nova organização de saúde que administrará o HSJ já está em transição desde o mês passado para assumir efetivamente a Unidade Hospitalar e a antiga não vê a hora de se livrar do Hospital São José. 

A população, por sua vez, também não vê a hora de ver o problema resolvido. Outra forte possibilidade é o fechamento do Pronto Atendimento 24h, o PA da Avenida Bayer Filho. 

Procurado para falar sobre a reunião que acontecerá nesta terça, a Chefe de Gabinete do Prefeito de Tijucas afirmou que não pode comentar sobre o assunto e que, somente amanhã, após a reunião, deveríamos procurar quem nos contou sobre a reunião para perguntar sobre o que foi tratado.

Isso é uma pena. Não é de se admirar que apenas o Jornal Razão e a Rádio Vale estão abordando e discutindo o futuro da Saúde de Tijucas. Talvez seja pelo fato de que a imprensa, ao menos por aqui, precisa implorar e fazer uma verdadeira gincana para levar à população informações que são de direito da comunidade.