07/11/2017 às 21h21 - Atualizado em 08/11/2017 às 11h19

Homem é morto a tiros no Jardim Progresso

Um homem, morador do Jardim Progresso, entrou em óbito na tarde desta terça-feira. O óbito foi o resultado de uma ação da Celesc, objetivando cortar o fornecimento de energia que possuem ligações clandestinas.

Segundo informações oficiais, houve um confronto entre a Polícia Militar com a presença do Pelotão de Policiamento Tático, contra suspeitos que residem da localidade. O resultado foi essa vítima fatal. As circunstâncias do óbito não foram detalhadas pelas autoridades. O homem foi identificado apenas como Rudmar - 20 anos.

Pouco depois, mais uma troca de tiros. A PM informou que uma viatura teria sido alvejada por disparos no momento em que o IGP - Instituto Geral de Perícias chegou para remover o corpo. Nenhum suspeito foi localizado. 

Moradores contestam

Moradores afirmam que a morte de Rudmar foi diferente. Segundo uma suposta testemunha, o jovem primeiro foi rendido e algemado dentro do banheiro de uma casa. Depois, executado com quatro disparos de arma de fogo na região da cabeça. A Polícia Militar contesta o relato. 

Ataque à Delegacia

No final da tarde foi registrado um ataque a Delegacia de Polícia da Comarca alvejada por dois homens que passaram numa motocicleta pela frente do prédio. Eles dispararam várias vezes e chegaram a assustar o agente plantonista. As imagens mostram as marcas de balas. Depois do atentado foram mobilizados cerca de 20 policiais, que estão de plantão no local. 

Dayane Nunes/VipSocial

Dayane Nunes/VipSocial

Suian Oliveira/TopElegance

Suian Oliveira/TopElegance

Suian Oliveira/TopElegance

Suian Oliveira/TopElegance

JR

Homem é morto a tiros no Jardim Progresso

Fotos: Dayane Nunes/VipSocial; Suian Oliveira/TopElegance