01/11/2017 às 13h13 - Atualizado em 01/11/2017 às 14h35

Morre uma lenda de Canelinha

Leopoldo Barentin

É com muito pesar que noticiamos o falecimento de Antônio Paulo de Simas, o popular Tonho 19, ocorrido nesta Terça-feira 31, às 9h, no hospital de Canelinha. Tonho tinha 69 anos e deixa 02 filhas, 03 netos e 01 bisneto.

O corpo está sendo velado na Capela Mortuária, de onde sai o féretro as 15h desta quarta-feira, para o sepultamento no Cemitério Municipal de Canelinha.

Tonho 19 tinha este apelido por ter perdido um dos dedos da mão. Por longos anos tocou com a família o Restaurante Tropicana, no centro da cidade de Canelinha, onde se reunia a juventude efamílias da região nas noites durante a semana e durante o dia aos sábados domingos e feriados. Lá, quando tinha um tempinho, Tonho contava as suas misuras.

Uma das maiores peças que ele pregou na comunidade atingiu toda população canelinhense e muita gente das cidades vizinhas. A prefeitura havia comprado um grande barracão de lona, que foi montado em frente à Igreja Matriz para se ver como ficava. Tonho não contou tempo. Pegou um carro com uma corneta e saiu anunciando pelos interiores um grande show de Tonico e Tinoco em determinado dia. Como todos ficaram sabendo da barraca, acreditaram na notícia. Na data e horário divulgados lá estava uma multidão à espera dos artistas que provavelmente nunca souberam da brincadeira.

Tonho 19 havia combinado com a equipe do Jornal Razão de passar uma tarde gravando suas histórias, mas infelizmente não deu tempo. Ficam as boas lembranças, que ele nos deixou.

Em anexo você confere um vídeo de Tonho brincando com uma cobra. Artimanhas que só ele tinha o prazer de fazer.

Antônio Paulo de Simas faleceu no dia 31 de outubro.