08/11/2017 às 08h08 - Atualizado em 08/11/2017 às 18h21

Tijucas tem Clube de Desbravadores

Os Desbravadores, também conhecidos como Clube de Desbravadores, são um departamento da Igreja Adventista do Sétimo Dia (IASD), que trabalha especificamente com a educação cultural, social e ambiental de crianças e adolescentes situadas na faixa etária entre 10 e 15 anos. Semelhante em diversos aspectos ao escotismo, diferencia-se deste pela ênfase religiosa dada as atividades desenvolvidas, aceitando integrantes de qualquer credo religioso.

Em 1929 pela primeira vez é utilizado o nome “pathfinder” ("desbravador" em português) em uma programação de juvenis da IASD. A Associação do Sudeste da Califórnia promove um acampamento para Juvenis Missionários Voluntários e intitula o acampamento de “pathfinder”.

A par da experiência na Califórnia, a Associação Geral da Igreja Adventista oficializa em 1950 o programa do clube, e adota um uniforme, um hino (composto em 1947 por Henry Bergh) e uma bandeira (confeccionada por Hellen Hobbs em 1948). O nome adotado para o programa foi Clube de Jovens – Missionários Voluntários.

Desbravadores Pérolas do Vale

Na década de 70 os desbravadores chegam ao Brasil e em 1996 é fundado o Clube Desbravadores Pérolas do Vale, sob a responsabilidade da Igreja Adventista do Sétimo Dia, estabelecida na avenida Bayer Filho no Centro de Tijucas. Visitamos na tarde desta quarta-feira a tia Lucia, que está à frente do movimento ao longo desses 21 anos de atividades.

“Eu tenho um carinho todo especial pelo Clube de Desbravadores, hoje somos em quatro unidades na região, e juntos fizemos um trabalho que infelizmente não recebe a merecida atenção da sociedade, talvez pela falta da divulgação como esta que você está nos proporcionando”, diz tia Lucia.

A coordenadora relatou que o clube preserva as mesmas tradições desde a sua fundação, envolvendo crianças e adolescentes de 10 a 15 anos, que desenvolvem ações de cunho comunitário. O clube está sempre a disposição da colutividade, realiza campanhas filantrópicas e beneficentes, ajuda os necessitados, participa de movimentos sociais e esta sempre integrado com os interesses da colutividade.

“Nossas atividades são muito legais, porque a gente sempre ajuda as pessoas que precisam de apoio, e gostamos muito de atividades como o acampamento que faremos em Ararangua na próxima semana. Nesses eventos convivemos mais de perto com a natureza, mostramos nossas habilidades na hora de fazer a fogueira, de cozinhar ao ar livre, de montar a barraca e conviver com desbravadores de várias outras cidades”, comenta Tiago Amorim-15 anos, que ao final do ano deixa de ser um desbravador e passa a formar a Diretoria da entidade.

Tia Lucia revela que o acampamento citado por Tiago é um encontro estadual dos clubes de desbravadores, onde estarão centenas de membros desse importante movimento. Ela conta que para participar é necessária uma grande mobilização para obter recursos que cubram as despesas, uma vez que a grande maioria das famílias não tem condições de arcar com esses gastos.

“Nós fizemos um pedágio na semana passada, arranjamos padrinhos e contamos com a colaboração dos próprios integrantes da nossa igreja, é tudo feito com muita dedicação e empenho, mas graças a Deus sempre conseguimos alcançar nossos objetivos, sendo o maior deles ensinar aos desbravadores quem segue o caminho do bem sempre alcança suas metas”, enfatiza tia Lucia.

As Pérolas do Vale ainda não conseguiram arrecadar recursos suficientes para a viagem e quem quiser colaborar pode ligar para 48 99826 4282.