15202912083430.png
Capa

EDIÇÃO IMPRESSA


Entrevista

Secretária Deise Silveira fala sobre o modelo híbrido de educar

Deise Juliana Silveira, Secretária Municipal de Educação, foi entrevistada pelo advogado Douglas Rodrigues no programa Conversa Franca do Jornal Razão

Na quarta-feira (17) a TV Razão entrevistou a secretária Municipal de Educação, Deise Juliana Silveira, que nos prestou importantes informações que você pode conferir em www.jornalrazao.com. Acompanhe alguns dos principais momentos:

Deise Juliana Silveira, Secretária Municipal de Educação, foi entrevistada pelo advogado Douglas Rodrigues no programa Conversa Franca do Jornal Razão

RAZÃO: Você é professora efetiva da Rede Municipal de Ensino?

Deise: Sim, trabalho da rede municipal há 28 anos, destes, 25 anos através de concurso público. Já desempenhei várias funções, desde professora, orientadora e agora secretária.

RAZÃO: Como surgiu a oportunidade de assumir a Secretaria de Educação?

Deise: A oportunidade surgiu quando a antiga secretária, Neide Maria Reis precisou abrir mão do cargo para as eleições para o legislativo. Quando ela saiu surgiu essa necessidade de uma pessoa ali e o prefeito, por já me conhecer, me deu esta oportunidade.

RAZÃO: Você esperava ser reconduzida ao cargo na nova gestão?

Deise: Eu não esperava, tanto da primeira vez, quando agora. Mas estou muito feliz e cheia de motivação para fazer o que eu amo, que é educar. Eu acredito que o prefeito me chamou justamente pelo meu comprometimento com a educação e o amor pela profissão.


RAZÃO: Quem é a sua equipe de coordenação?

Deise: Um dos motivos que me fez assumir este cargo foi a equipe pedagógica. Saber que eu posso contar com um grupo de efetivas tão competente é maravilhoso.

  • Ivânia Lemos - assessora pedagógica/coordenadora geral
  • Patrícia Laus de Brito - coordenadora dos anos finais
  • Fabrícia Matias - coordenadora dos anos iniciais
  • Carla Bianca Zancanaro - coordenadora do pré-escolar
  • Lucilene Laureci Inêz - coordenadora de creche (0 a 3 anos)
  • Fátima da Rosa - coordenadora da inclusão
  • Fernanda Estela Rocha - coordenadora de projetos dos anos iniciais e anos finais
  • Tatiane Souza - coordenadora do transporte escolar
  • Rosimere Furtado - coordenadora dos projetos do FNDE

RAZÃO: Quando nos referimos a Educação. Falamos de quantas pessoas?

Deise: Falando em números, hoje a educação conta em média com 400 profissionais efetivos, mas vale lembrar que ainda estamos chamando profissionais através do Processo Seletivo Simplificado 001/2019 e também do concurso público, editais 001/2019 e 002/2019. Só para se ter uma ideia, em anos anteriores tivemos cerca de mais de 700 profissionais trabalhando em nossas 24 unidades escolares.

RAZÃO: Esse pessoal passou por algum curso de capacitação para enfrentar esse modelo de aula que iniciou na quinta-feira?

Deise: Sim, em 2020 tivemos treinamentos através de videoconferência, durante esse período de quarentena e também neste ano tivemos capacitação para todos os profissionais, inclusive merendeiras e auxiliares de serviços gerais.

RAZÃO: Qual será o modelo de ensino que teremos nas escolas da Rede Municipal?

Deise: Teremos aulas presenciais e remotas. As aulas presenciais serão escalonadas, ou seja, cada estudante vai frequentar a escola uma semana sim e outra não, conforme cronograma que será fixado nas salas de aula. Assim, os professores estarão trabalhando todos os dias, porém, uma semana com parte da turma e na outra semana, com outra parte. Os alunos que estarão em atividades remotas, devem procurar a escola para buscar as atividades e acompanhar as aulas através do portal da educação, como foi feito do ano passado. Quando os pais destes alunos se sentirem seguros, poderão transferir os filhos das aulas remotas para as presenciais.

RAZÃO: Quantos alunos a Rede Municipal tinha matriculado em 2020?

Deise: Encerramos o ano de 2020 com 5.455 estudantes matriculados na Rede Municipal de Ensino.

RAZÃO: Quantos pais informaram se os filhos retornarão para as aulas presenciais?

Deise: 83% dos pais optaram pelo retorno das aulas presenciais e apenas 17% preferiram seguir pelo ensino à distância. Um índice de aceitação bem alto.

"Todas as nossas ações foram muito pensadas, para que tanto os pais quanto nossos alunos tivessem um retorno seguro, sem contar os nossos profissionais que estarão nesta linha de frente também"

Secretária Deise com a assessora pedagógica/coordenadora geral Ivânia Lemos

RAZÃO: As escolas continuarão aceitando matrículas?

Deise: O período oficial de matrículas já foi encerrado no dia 08 de fevereiro, mas como Tijucas está crescendo muito e recebendo moradores constantemente, nós recebemos transferências e matrículas durante o ano todo. Quem está chegando agora em Tijucas e precisa matricular seu filho, por favor procure a Secretaria Municipal de Educação e garanta esse direito ao seu filho. Estudar é um direito de todos!

RAZÃO: Qual a avaliação que a senhora faz do ensino online? Houve perda de qualidade em relação ao presencial?

Deise: Houve perda sim, mais de 70% dos nossos alunos preferiam ir até a escola buscar a atividade do que acessar a plataforma online. Não podemos culpar pais ou professores por essa perda, para se ter uma ideia, os professores tiveram que reinventar seus métodos devido à pandemia e os pais com a correria do trabalho sabemos que muitas vezes não sobrava tempo. A maior perda foi para os primeiros anos, que é o ano da alfabetização. Nosso planejamento neste momento é para todos os segundos anos (que vieram dos primeiros), nossas professoras efetivas auxiliares de sala vão estar junto com as professoras regentes até o mês de julho para auxiliar neste processo de alfabetização. Em julho faremos uma nova avaliação para ver se esta ação foi positiva.

"Nós estamos alterando o horário para as crianças de creches, agora os alunos entram às 7h e saem às 12h30, para dar tempo de ocorrer uma higienização nas salas de aulas para a nova turma"

RAZÃO: A prefeitura tem planos para doar material escolar para alunos carentes? Que material didático os alunos recebem do município?

Deise: Atualmente o município não faz entrega de kit escolar, já foi feito há alguns anos atrás. Porque percebemos que a maioria dos pais prefere escolher o material do filho, inclusive pede lista de materiais. Não que a gente não forneça, todas as escolas têm materiais destinados a crianças carentes, a famílias de baixa renda, que não têm condições de comprar, porém as crianças querem o material diferenciado, igual ao do coleguinha que pode comprar.

RAZÃO: O que a senhora poderia nos dizer sobre o PlanCon-Educação?

Deise: O Plano de Contingência (PlanCon) é feito por vários colaboradores do nosso município: profissionais de saúde, diretores de escolas municipais e particulares, entre outros colaboradores. Todo este plano foi revisado e avaliado pela Fecam. Existe um PlanCon municipal e vários PlanCons das unidades escolares. Criamos uma página no site da prefeitura, no qual os pais podem acessar pelo nome da escola e ver o que foi homologado. Acesse www.tijucas.sc.gov.br/especiais/plancon e confira.

RAZÃO: Hoje encerrou o Cadastro para transporte universitário. Quem não conseguiu realizar o cadastro ficará de fora?

Deise: O transporte de universitários depende da própria universidade. Algumas voltam às aulas, mas de forma escalonada ou em alguns dias por semana. Então acredito que vamos conseguir atender a demanda. Quem não fez o cadastro ainda pode procurar a secretaria de Educação.

"Nós também estamos voltando com o transporte escolar aqui do município, seguindo todos os protocolos de segurança e higienização devido à pandemia de Covid-19"

RAZÃO: Com base na avaliação dos resultados obtidos na modalidade a distância, compensa o risco de aglomerar?

Deise: Vale a pena sim, na verdade os pais estão saindo para trabalhar, só as crianças não estão indo para escola. O pai está em contato com várias pessoas e pode também contaminar a família. Então vale lembrar que os cuidados individuais podem fazer a diferença. Higienizar as mãos, utilizar máscara e não colocar as mãos nos olhos, nariz e boca. Inclusive agora os pais não podem entrar na escola, eles devem deixar o filho no portão da unidade, justamente para prevenir. A temperatura será medida na entrada da escola, se estiver alta, a criança será retirada da sala e ficará em observação.

RAZÃO: Na educação infantil de 0 a 6 anos como organizar o distanciamento das crianças? Não causará um abalo emocional?

Deise: Dos quatro anos em diante acredito que será mais fácil, mas na creche será mais complicado. Para este segundo caso, os profissionais estarão utilizando máscaras, jaleco descartável e face shield. Então estamos focando nos nossos professores manterem os cuidados com higienização.

RAZÃO: Quais os protocolos a cumprir no caso de um caso de Covid na escola?

Deise: Se uma criança da turma contrair o vírus, a turma toda precisará fazer o teste e ficará isolada em casa. A sala precisará ser higienizada para garantir a segurança da próxima turma. Se alguém da família for positivado ou apresentar sintomas, os responsáveis deverão entrar em contato com a direção da unidade escolar e informar o ocorrido, permanecendo também em quarentena.

RAZÃO: Para as crianças da Educação Infantil e Ensino Fundamental, o uso da máscara também será obrigatório?

Deise: Crianças menores de quatro anos de idade não devem utilizar máscara, é uma recomendação da Organização Mundial da Saúde. Por isso, incentivaremos os professores a seguir todos os protocolos de higienização.

"Crianças menores de quatro anos de idade não devem utilizar máscara, é uma recomendação da Organização Mundial da Saúde. Por isso, incentivaremos os professores a seguir todos os protocolos de higienização".

Nas escolas da Rede Municipal atenção e respeito às normas de prevenção a pandemia

RAZÃO: Como foi a abertura do ano letivo de 2021?

Deise: Nós estamos muito felizes porque tudo que planejamos saiu como o esperado. Gostaria de agradecer a toda equipe da Educação que se propôs a fazer tudo de forma correta e com muito amor. Enfrentamos um período totalmente atípico devido à pandemia de Covid-19. Aos poucos, tudo vai voltar ao normal. É preciso ter paciência e esperança. Tudo vai passar!

O distanciamento social foi viabilizado com a divisão das turmas em semanas alternadas







ULTIMAS NOTÍCIAS

jr.png

| | insta |

Quem somos | Mapa do site | Webmail | Painel de controle

Copyright © 2017 Jornal Razão - Tijucas SC
Todos os direitos reservados.


Whatsapp
(48) 8453-0809


EDIÇÃO IMPRESSA

Sexta, 27 de junho

Capa