15202912083430.png
Capa

EDIÇÃO IMPRESSA


PANDEMIA

Bolsonaro leva multa por aglomerar sem máscara: 'A lei é para todos'

Autuação será enviada ao Palácio do Planalto e presidente terá 15 dias para se defender

Por Metrópoles
Bolsonaro, sem máscara, causa aglomeração no Maranhão.(Foto: Isac Nobrega, Presidência da República)

A Vigilância Sanitária do Maranhão autuou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) por não usar máscara e causar grande aglomeração durante visita a Açailândia, no interior do estado, na manhã desta sexta-feira (21/5). O governador do Estado, Flávio Dino (PCdoB) disse que "a lei é para todos".

A autuação foi expedida em nome de Bolsonaro e endereçada ao Palácio do Planalto. Foi dado um prazo de 15 dias para o presidente se defender das acusações. A multa pode ir de R$ 2 mil a R$ 1,5 milhão, segundo a lei nº 6.437, de 1977, que trata de infrações à legislação sanitária, mas só é aplicada ao fim do processo.

Bolsonaro foi ao Maranhão participar de solenidade de entrega de 282 títulos definitivos de propriedades rurais do Projeto Assentamento Açaí. No evento, o presidente fez críticas ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que havia confirmado, pela primeira vez, ser candidato à Presidência da República na eleição de 2022.


Com informações do Diário Catarinense 







ULTIMAS NOTÍCIAS

jr.png

| | insta |

Quem somos | Mapa do site | Webmail | Painel de controle

Copyright © 2017 Jornal Razão - Tijucas SC
Todos os direitos reservados.


Whatsapp
(48) 8453-0809


EDIÇÃO IMPRESSA

Sexta, 27 de junho

Capa