Briga por horário de intervalo acaba em morte no RS

O suspeito não tinha antecedentes criminais e conseguiu fugir a pé do local do crime

Briga por horário de intervalo acaba em morte no RS Reprodução

O suspeito não tinha antecedentes criminais e conseguiu fugir a pé do local do crime

Participe do grupo e receba as principais notícias
da região em tempo real.

Continua depois da publicidade

Um desentendimento durante o expediente resultou em morte nesta segunda-feira (6), em São Leopoldo, no Rio Grande do Sul. Segundo a Polícia Civil, o confronto teria acontecido por conta do horário estipulado para o intervalo do café da manhã. 

A vítima que não possuía passagens policiais, foi identificada como Marcelo Camilo, de 36 anos.

Ele chegou a ser levado ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos no coração causados por perfurações de objeto cortante. Marcelo ainda sofreu três paradas cardíacas antes de morrer.

Conforme o delegado responsável pelo caso, André Serrão, informalmente foram relatados registros de conflitos com funcionários por parte do suspeito, um homem de 54 anos que atuava como supervisor na empresa há duas décadas.

Ele não tinha antecedentes criminais e conseguiu fugir a pé do local do crime. O caso ocorreu dentro de uma empresa de revestimentos industriais.

O que diz a empresa

De acordo com entrevista concedida ao site Gaúcha ZH, a empresa negou que o crime teria sido cometido por um supervisor. A assessoria de imprensa informou que não tem conhecimento das causas do incidente.

A companhia também afirmou que os envolvidos não tinham qualquer nível hierárquico, enfatizando que os supervisores têm roupas de cores diferentes para que eles possam ser identificados caso os funcionários precisem de apoio.

A empresa destacou que trabalha com horários para a realização de refeições e intervalos, "como qualquer outra", mas frisou que não há qualquer tipo de restrição aos funcionários.

Ainda conforme a assessoria, a companhia está prestando todo o apoio aos familiares da vítima e espera que a Justiça tome as devidas providências. A companhia decretou luto oficial e suspendeu as atividades nesta terça-feira, dia 7.


Siga-nos no Google News

CLIQUE PARA CONTINUAR A LEITURA