Bolsonaro propõe zerar impostos federais de combustíveis

Em uma coletiva de imprensa nesta segunda-feira (6/6), o presidente Jair Bolsonaro (PL) anunciou as medidas para diminuir o preço dos combustíveis

Bolsonaro propõe zerar impostos federais de combustíveis Marcelo Camargo/Agência Brasil

Em uma coletiva de imprensa nesta segunda-feira (6/6), o presidente Jair Bolsonaro (PL) anunciou as medidas para diminuir o preço dos combustíveis

Participe do grupo e receba as principais notícias
da região em tempo real.

Continua depois da publicidade

O presidente Jair Bolsonaro (PL) anunciou, nesta segunda-feira (6/6), em coletiva de imprensa no Palácio do Planalto, uma proposta do governo federal de zerar os tributos federais da gasolina e etanol.

Além disso, ele também informou que propõe aos governadores zerar o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) do diesel e gás de cozinha, com ressarcimento do valor perdido.

“A Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei Complementar, que está no Senado, para redução de impostos para essencialidade que tem a ver com combustíveis, energia elétrica, comunicações e transporte. Fixa num teto máximo o ICMS disso em 17%”, disse Bolsonaro.

O presidente continuou: “o governo federal resolveu avançar nessa diminuição da carga tributária para os brasileiros. No tocante ao diesel, nós já zeramos o imposto federal do mesmo, que é o PIS e CONFINS, e estamos propondo aos governadores em 17% que fica para eles, em uma vez aprovado o PLC, nós do governo federal zerarmos o ICMS do diesel e nós pagaríamos os governadores o que deixariam de arrecadar.”

Além disso, o gás de cozinha também foi incluído.

“Nós zeramos o imposto federal desde o ano passado e, desde que seus governadores entendam que possam zerar o ICMS, o governo federal ressarcirá o que eles deixariam de arrecadar”, garantiu.


Siga-nos no Google News

CLIQUE PARA CONTINUAR A LEITURA