Enfermeira chega para trabalhar e encontra filho morto em hospital

Enfermeira acompanha dados de saúde de pacientes no hospital.

Enfermeira chega para trabalhar e encontra filho morto em hospital Divulgação

Enfermeira acompanha dados de saúde de pacientes no hospital.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da região em tempo real.

PUBLICIDADE Trevisul 01


A enfermeira Beatriz Torrez na última sexta-feira (17) chegou para trabalhar no Hospital Regional de Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia que faz fronteira com o Brasil, achando que seria mais um dia normal de trabalho, a brasileira foi surpreendida com uma notícia negativa quando encontrou o seu filho Nelson Alex Figueiredo de 20 anos morto.


PUBLICIDADE

Sicredi 03

TV Razão

Maickon Sgrott - Presidente da Câmara de Tijucas  no Conversa Franca
Conversa Franca

Maickon Sgrott - Presidente da Câmara de Tijucas no Conversa Franca

Assista

Conforme as informações da Polícia Nacional do Paraguai, o jovem sofreu um acidente de trânsito em Ponta Porã (MS) cidade brasileira vizinha a Pedro Juan, onde foi encaminhado já sem vida para o hospital onde a mãe trabalha.


Beatriz entrou em uma área onde ficam os corpos não identificados e por coincidência encontrou seu filho que morreu vítima de um acidente de trânsito, a funcionária passou mal e precisou de atendimento médico e foi consolada pelos colegas de trabalho.





A enfermeira Beatriz Torrez na última sexta-feira (17) chegou para trabalhar no Hospital Regional de Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia que faz fronteira com o Brasil, achando que seria mais um dia normal de trabalho, a brasileira foi surpreendida com uma notícia negativa quando encontrou o seu filho Nelson Alex Figueiredo de 20 anos morto.

TV Razão

Maickon Sgrott - Presidente da Câmara de Tijucas  no Conversa Franca
Conversa Franca

Maickon Sgrott - Presidente da Câmara de Tijucas no Conversa Franca

Assista


Conforme as informações da Polícia Nacional do Paraguai, o jovem sofreu um acidente de trânsito em Ponta Porã (MS) cidade brasileira vizinha a Pedro Juan, onde foi encaminhado já sem vida para o hospital onde a mãe trabalha.


Beatriz entrou em uma área onde ficam os corpos não identificados e por coincidência encontrou seu filho que morreu vítima de um acidente de trânsito, a funcionária passou mal e precisou de atendimento médico e foi consolada pelos colegas de trabalho.




Siga-nos no Google News

CLIQUE PARA CONTINUAR A LEITURA

Trevisul 02
Trevisul 02

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Sicredi 03