Bolsonaro convoca comandantes das Forças Armadas para reunião de urgência

Encontro acontece após decisão do Ministro do STF e presidente do TSE, Alexandre de Moraes, que congelou contas do PL e aplicou multa de R$ 22 milhões

Bolsonaro convoca comandantes das Forças Armadas para reunião de urgência Reprodução / Folha

Encontro acontece após decisão do Ministro do STF e presidente do TSE, Alexandre de Moraes, que congelou contas do PL e aplicou multa de R$ 22 milhões

Participe do grupo e receba as principais notícias
da região em tempo real.

Continua depois da publicidade

Após o Tribunal Superior Eleitoral condenar o PL por por litigância de má-fé, depois de questionamentos sobre urnas, Jair Bolsonaro convocou os comandantes do Exército, da Marinha e da Aeronáutica para uma reunião de emergência pauta. 

Bolsonaro também consultou os ministros jurídicos do governo, inclusive o advogado-geral da União, Bruno Buanco. O AGU defendeu a imposição de recurso ao plenário do TSE.

Outros ministros do Supremo e advogados consultados também pelo PL avaliaram a decisão de Moraes como “exagerada”. Valdemar da Costa Neto está desde cedo em seguidas reuniões com assessores jurídicos para elaborar uma resposta à decisão do ministro.

Siga-nos no Google News

CLIQUE PARA CONTINUAR A LEITURA