“Não podemos engavetar o problema”: vereador de Tijucas exige melhorias na saúde

Principal ponto da reivindicação do vereador Maickon Sgrott, presidente do Legislativo Municipal, é a demora nas emergências do P.A e Hospital São José

“Não podemos engavetar o problema”: vereador de Tijucas exige melhorias na saúde Pyerre Cabral / JR

Principal ponto da reivindicação do vereador Maickon Sgrott, presidente do Legislativo Municipal, é a demora nas emergências do P.A e Hospital São José

Participe do grupo e receba as principais notícias
da região em tempo real.

PUBLICIDADE GABRIEL 02

Moradores de Tijucas diariamente reclamam da demora no atendimento na emergência do Hospital São José e Postos de Saúde. A situação chegou até o Poder Legislativo da cidade. 

“Não podemos engavetar esse problema. Precisamos colocar sobre a mesa, debater e resolver”, exige o vereador Maickon Sgrott.

Presidente da Câmara de Tijucas, Maickon esteve no Hospital e conversou com moradores que aguardavam há várias horas pelo atendimento.

PUBLICIDADE

topsul

TV Razão

Conversa Franca com Gean Loureiro
Conversa Franca

Prefeito de Tijucas participa do Conversa Franca

Assista agora!

Chama atenção o fato de que o município destina um valor muito inferior ao que é praticado pelas cidades ao seu redor. São João Batista, por exemplo, destina mais de R$ 1 milhão por mês. Enquanto isso, em Tijucas, o repasse é inferior a R$ 100 mil. 

Acompanhe na reportagem: 


Moradores de Tijucas diariamente reclamam da demora no atendimento na emergência do Hospital São José e Postos de Saúde. A situação chegou até o Poder Legislativo da cidade. 

“Não podemos engavetar esse problema. Precisamos colocar sobre a mesa, debater e resolver”, exige o vereador Maickon Sgrott.

TV Razão

Prefeito de Tijucas participa do Conversa Franca
Conversa Franca

Em pauta, saúde de Tijucas, destino do Hospital São José, obras na cidade e os bastidores da Administração Municipal. Assista!

Assista agora!

Presidente da Câmara de Tijucas, Maickon esteve no Hospital e conversou com moradores que aguardavam há várias horas pelo atendimento.

Chama atenção o fato de que o município destina um valor muito inferior ao que é praticado pelas cidades ao seu redor. São João Batista, por exemplo, destina mais de R$ 1 milhão por mês. Enquanto isso, em Tijucas, o repasse é inferior a R$ 100 mil. 

Acompanhe na reportagem: 


Siga-nos no Google News

CLIQUE PARA CONTINUAR A LEITURA

inova
inova

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

mg