Caso Luna: Mãe e padrasto são indiciados por feminicídio, estupro e tortura

Luna Gonçalves foi encontrada morta com sinais de agressão em Timbó

Caso Luna: Mãe e padrasto são indiciados por feminicídio, estupro e tortura Divulgação

Luna Gonçalves foi encontrada morta com sinais de agressão em Timbó

Participe do grupo e receba as principais notícias
da região em tempo real.

Continua depois da publicidade


A mãe e o padrasto foram indiciados na sexta-feira (10), pelo assassinato da menina Luna Gonçalves de 11 anos de idade morta em Timbó no Vale do Itajaí.


O delegado pediu também a prisão preventiva do casal, e concluiu que houve crime de feminicídio, estupro de vulnerável e tortura.


A polícia informou que um exame de DNA será enviado aos investigadores, após o delegado conseguir várias respostas para as perguntas do caso.


Na próxima segunda-feira (13) serão divulgados mais detalhes sobre o documento desse crime brutal contra a garotinha Luna, conforme informou o delegado.


Siga-nos no Google News

CLIQUE PARA CONTINUAR A LEITURA