Corpo de mulher desaparecida há dois meses é encontrado em SC

A mulher havia sido vista pela última vez no início de maio. O veículo e o cachorro da vítima haviam sido encontrados no Paraná.

Corpo de mulher desaparecida há dois meses é encontrado em SC Reprodução

A mulher havia sido vista pela última vez no início de maio. O veículo e o cachorro da vítima haviam sido encontrados no Paraná.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da região em tempo real.

Continua depois da publicidade

O corpo de Débora Custodio Arruda, de 56 anos, foi encontrado na noite da última quinta-feira (14) em Joinville. Ela estava desaparecida há mais de dois meses, desde 5 de maio, quando foi vista pela última vez saindo acompanhada de um supermercado de Balneário Piçarras, no Litoral Norte de SC.

A Delegacia de Homicídios encontrou o corpo na Estrada Fazenda, em Pirabeiraba. Apesar do avançado estado de decomposição, a mulher foi identificada após exame pericial realizado pelo Instituto Médico Legal (IML) nesta sexta-feira (15).

Segundo o delegado Dirceu Silveira Junior, a Polícia Civil aguarda a formalização dos exames periciais para remetê-los à Delegacia de Polícia de Balneário Piçarras, que já foi informada sobre a localização do corpo.

Já o delegado responsável pelo caso, Rodrigo Andrade, informou que o inquérito policial havia sido concluído com o indiciamento de três suspeitos pela autoria do crime. A Justiça representou pela prisão preventiva dos homens.

Um dos suspeitos procurou a polícia em Guaratuba (PR) e confessou ter estrangulado Débora até a morte, mas sem apresentar provas. Em 23 de maio, dois suspeitos foram presos em Biguaçu, na Grande Florianópolis.

A investigação apontou que os três entraram no veículo da vítima após a saída do mercado e seguiram em direção à praia. Eles teriam deixado o corpo de Débora às margens da BR-101, na altura de Joinville, e fugido para o Paraná.

O veículo e o cachorro da vítima foram encontrados em Guaratuba (PR). No entanto, desde então o corpo estava desaparecido.

Fonte: NSC Total

Siga-nos no Google News

CLIQUE PARA CONTINUAR A LEITURA