Mulher do motorista espancado e morto, após matar segurança fala o motivo de tragédia

Luiz saiu furioso após uma briga de casal

Mulher do motorista espancado e morto, após matar segurança fala o motivo de tragédia Arquivo pessoal/ Luiz

Luiz saiu furioso após uma briga de casal

Participe do grupo e receba as principais notícias
da região em tempo real.

PUBLICIDADE wd


A mulher do motorista que atropelou e matou segurança em CTG, e morreu espancado logo após o atropelamento falou da briga que ocorreu no rodeio no último final de semana em Itapoá.


PUBLICIDADE

mg

TV Razão

Maickon Sgrott - Presidente da Câmara de Tijucas  no Conversa Franca
Conversa Franca

Maickon Sgrott - Presidente da Câmara de Tijucas no Conversa Franca

Assista

A Sra Regina esposa de Luiz Antônio de Oliveira de 49 anos falou que o casal teve uma discussão no último sábado (18), onde o seu marido saiu furioso do local após beber bastante entrou no carro sozinho causando o atropelamento.


Luiz foi espancado por populares após atropelar o segurança, chegou até ser socorrido mais não resistiu,  já o segurança Tiago Alexandre Alves morreu no hospital no último domingo (19) devido a gravidade dos ferimentos. O delegado da Polícia Civil Saul Bogoni Júnior, destacou que há muitas informações desencontradas sobre o ocorrido e segue nas investigações tentando identificar mais testemunhas possível.




A mulher do motorista que atropelou e matou segurança em CTG, e morreu espancado logo após o atropelamento falou da briga que ocorreu no rodeio no último final de semana em Itapoá.

TV Razão

Maickon Sgrott - Presidente da Câmara de Tijucas  no Conversa Franca
Conversa Franca

Maickon Sgrott - Presidente da Câmara de Tijucas no Conversa Franca

Assista


A Sra Regina esposa de Luiz Antônio de Oliveira de 49 anos falou que o casal teve uma discussão no último sábado (18), onde o seu marido saiu furioso do local após beber bastante entrou no carro sozinho causando o atropelamento.


Luiz foi espancado por populares após atropelar o segurança, chegou até ser socorrido mais não resistiu,  já o segurança Tiago Alexandre Alves morreu no hospital no último domingo (19) devido a gravidade dos ferimentos. O delegado da Polícia Civil Saul Bogoni Júnior, destacou que há muitas informações desencontradas sobre o ocorrido e segue nas investigações tentando identificar mais testemunhas possível.



Siga-nos no Google News

CLIQUE PARA CONTINUAR A LEITURA

Trevisul 02
Trevisul 02

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

auto mega