Primeiro trimestre de 2022 tem queda de 7,4 no rendimento dos trabalhadores de SC

O valor representa uma queda de 7,4% com relação ao mesmo período de 2021.

Primeiro trimestre de 2022 tem queda de 7,4 no rendimento dos trabalhadores de SC Freepik

O valor representa uma queda de 7,4% com relação ao mesmo período de 2021.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da região em tempo real.

PUBLICIDADE iPet

O rendimento médio dos trabalhadores catarinenses foi de R$ 2.944 no 1º trimestre de 2022. O valor representa uma queda de 7,4% com relação ao mesmo período de 2021. Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNADC), realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

De acordo com análise do Núcleo de Estudos de Economia Catarinense (Necat) da Universidade Federal de Santa Catarina (Ufsc) o resultado é preocupante porque a renda média recebida pelos catarinenses atualmente é ainda 2,4% menor do que era no 1º trimestre de 2020, período anterior à pandemia.

Desemprego

PUBLICIDADE

Sicredi 03

TV Razão

Conversa Franca com Gean Loureiro
Conversa Franca

Prefeito de Tijucas participa do Conversa Franca

Assista agora!

Ainda segundo a pesquisa do IBGE, a taxa de desemprego em nível nacional caiu para 11,1%, ficando abaixo dos 12,4% registrados no mesmo período de 2020. No caso de Santa Catarina, esse indicador ficou em 4,5% no trimestre, também abaixo dos 5,7% do período pré-pandemia. Segundo o Necat, isso significa que os catarinenses voltaram a trabalhar tanto quanto antes da pandemia, mas passaram a receber menos por isso.

Fonte: Visor Notícias

O rendimento médio dos trabalhadores catarinenses foi de R$ 2.944 no 1º trimestre de 2022. O valor representa uma queda de 7,4% com relação ao mesmo período de 2021. Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNADC), realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

De acordo com análise do Núcleo de Estudos de Economia Catarinense (Necat) da Universidade Federal de Santa Catarina (Ufsc) o resultado é preocupante porque a renda média recebida pelos catarinenses atualmente é ainda 2,4% menor do que era no 1º trimestre de 2020, período anterior à pandemia.

TV Razão

Prefeito de Tijucas participa do Conversa Franca
Conversa Franca

Em pauta, saúde de Tijucas, destino do Hospital São José, obras na cidade e os bastidores da Administração Municipal. Assista!

Assista agora!

Desemprego

Ainda segundo a pesquisa do IBGE, a taxa de desemprego em nível nacional caiu para 11,1%, ficando abaixo dos 12,4% registrados no mesmo período de 2020. No caso de Santa Catarina, esse indicador ficou em 4,5% no trimestre, também abaixo dos 5,7% do período pré-pandemia. Segundo o Necat, isso significa que os catarinenses voltaram a trabalhar tanto quanto antes da pandemia, mas passaram a receber menos por isso.

Fonte: Visor Notícias

Siga-nos no Google News

CLIQUE PARA CONTINUAR A LEITURA

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

prefeitura de Tijucas