Advogado e pilotos de Itapema são presos em aeroporto com quase R$ 3 milhões

Cédulas estavam escondidas no corpo de um dos tripulantes e nos assentos da aeronave. Apreensão ocorreu na Argentina

Advogado e pilotos de Itapema são presos em aeroporto com quase R$ 3 milhões Infobae / reprodução

Cédulas estavam escondidas no corpo de um dos tripulantes e nos assentos da aeronave. Apreensão ocorreu na Argentina

Participe do grupo e receba as principais notícias
da região em tempo real.

Continua depois da publicidade

Dois pilotos de Itapema e um advogado, que em princípio é de Camboriú, foram flagrados em um avião particular transportando quase 500 mil doláres. Segundo a publicação do site Infobae.com o destino seria um aeroporto da região de Itapema.

Dois pilotos e um passageiro, todos brasileiros, foram detidos para explicar a origem dos recursos. A abordagem ocorreu no Aeroporto de Iguazú por agentes alfandegários.

Segundo fontes oficiais consultadas pelo Infobae, as notas estavam escondidas no corpo de um dos tripulantes e nos assentos da aeronave. Os agentes faziam uma abordagem de rotina quando desconfiaram de uma peça do painel do avião e resolveram aprofundar a investigação.

O caso ocorreu nesta quinta-feira (14) quando o pessoal do Aeroporto Internacional Cataratas del Iguazú fiscalizou uma aeronave procedente de Apóstoles, província de Misiones, e cujo destino final era a região de Itapema, no Brasil. Durante a fiscalização, os agentes da Alfândega encontraram o dinheiro, não só escondido no corpo de um dos tripulantes, mas também nas costas e debaixo dos bancos do avião.

Foram contabilizados 490 mil dólares até o momento que a reportagem foi publicada no site argentino. Pela cotação atual do dólar, o valor apreendido soma R$ 2.6 milhões. Enquanto aguardam uma decisão da justiça, os três foram detidos.

Fonte: Infobae

Siga-nos no Google News

CLIQUE PARA CONTINUAR A LEITURA