Mulher assassinada em Tijucas pediu socorro para amigas na madrugada

Mirian foi morta pelo seu marido com um mata leão. Após o crime, homem ainda colocou o corpo na cama e ateou fogo

Mulher assassinada em Tijucas pediu socorro para amigas na madrugada Reprodução / Redes sociais

Mirian foi morta pelo seu marido com um mata leão. Após o crime, homem ainda colocou o corpo na cama e ateou fogo

Participe do grupo e receba as principais notícias
da região em tempo real.

Continua depois da publicidade

O Jornal Razão apurou que a vítima de homicídio na Capital do Vale do Rio Tijucas nesta quinta-feira chegou a ligar para amigas pedindo por socorro durante a madrugada.

Mirian Pessoa foi encontrada morta na sua própria cama, dentro do apartamento em que morava com seu marido, no loteamento Mata Atlantica. 

O homem fugiu do local. Ainda ontem, a PM atendeu a uma ocorrência de agressão após uma briga entre o casal.

Eles tinham um filho autista. O autor do crime deixou o menino na casa de familiares e fugiu.

Segundo amigas da vítima, a conta no WhatsApp de Mirian esta “on-line” frequentemente, o que levanta a suspeita de que o autor esteja utilizando seu celular.

O motivo do crime seria ciúmes. A vítima trabalhava na praça de pedágio da Autopista Litoral Sul, em Porto Belo.

Siga-nos no Google News

CLIQUE PARA CONTINUAR A LEITURA