Motorista suspeito de estuprar menina de três anos em Major Gercino é preso

Ele foi encontrado após a Polícia Militar receber uma denúncia.

Motorista suspeito de estuprar menina de três anos em Major Gercino é preso Divulgação

Ele foi encontrado após a Polícia Militar receber uma denúncia.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da região em tempo real.

PUBLICIDADE GABRIEL 02

Suspeito pelo crime de estupro de menina de três anos em Major Gercino, foi preso na noite desta terça-feira (24), em Blumenau. O homem de 53 anos estava escondido em uma casa. O suspeito era motorista do transporte terceirizado da Secretaria Municipal de Educação.

A ocorrência foi registrada após a Polícia Militar receber uma denúncia. A PM foi informada de que o homem teria praticado o crime e saído da cidade para se esconder na casa de familiares em Blumenau. Por volta de 22h50, os policiais se deslocaram ao bairro Fortaleza para averiguarem a situação.

No local, os policiais conversaram com um familiar do suspeito que auxiliou a PM indicando a casa em que ele se encontrava. O homem foi localizado e alegou aos policiais militares que saiu da cidade temendo represálias. No entanto, ele não relatou mais nada sobre o caso.

PUBLICIDADE

TREVISUL 300X600

TV Razão

Conversa Franca com Gean Loureiro
Conversa Franca

Prefeito de Tijucas participa do Conversa Franca

Assista agora!

Aproximadamente cem pessoas participaram de uma passeata em manifestação que pede justiça pelo abuso sexual cometido contra uma criança de três anos em Major Gercino. O suspeito era motorista do transporte terceirizado da Secretaria Municipal de Educação. Ele não foi mais encontrado na cidade.

A manifestação iniciou na sessão da Câmara de Vereadores de Major Gercino, onde a conselheira tutelar, Mariza Maleski, se manifestou sobre o assunto. Da mesma forma, a diretora da Escola Monsenhor José Locks, Jaqueline Herartt, também se pronunciou sobre o tema.

Após a sessão, os manifestantes realizaram uma passeata pelo Centro de Major Gercino e foram até em frente a Delegacia de Polícia Civil.

A Polícia Civil investiga o caso de abuso sexual contra uma criança de três anos. A família registrou um Boletim de Ocorrência (BO) na Delegacia de Polícia Civil de São João Batista, após a Secretaria Municipal de Educação informar sobre o caso.

A menina estuda na Escola Monsenhor José Locks, da Rede Pública Municipal de Ensino, e relatou para uma profissional da instituição o que havia ocorrido na quinta-feira, 19, que consta em Boletim de Ocorrência (BO). A Secretaria de Educação e o Conselho Tutelar foram acionados.

Suspeito pelo crime de estupro de menina de três anos em Major Gercino, foi preso na noite desta terça-feira (24), em Blumenau. O homem de 53 anos estava escondido em uma casa. O suspeito era motorista do transporte terceirizado da Secretaria Municipal de Educação.

A ocorrência foi registrada após a Polícia Militar receber uma denúncia. A PM foi informada de que o homem teria praticado o crime e saído da cidade para se esconder na casa de familiares em Blumenau. Por volta de 22h50, os policiais se deslocaram ao bairro Fortaleza para averiguarem a situação.

TV Razão

Prefeito de Tijucas participa do Conversa Franca
Conversa Franca

Em pauta, saúde de Tijucas, destino do Hospital São José, obras na cidade e os bastidores da Administração Municipal. Assista!

Assista agora!

No local, os policiais conversaram com um familiar do suspeito que auxiliou a PM indicando a casa em que ele se encontrava. O homem foi localizado e alegou aos policiais militares que saiu da cidade temendo represálias. No entanto, ele não relatou mais nada sobre o caso.

Aproximadamente cem pessoas participaram de uma passeata em manifestação que pede justiça pelo abuso sexual cometido contra uma criança de três anos em Major Gercino. O suspeito era motorista do transporte terceirizado da Secretaria Municipal de Educação. Ele não foi mais encontrado na cidade.

A manifestação iniciou na sessão da Câmara de Vereadores de Major Gercino, onde a conselheira tutelar, Mariza Maleski, se manifestou sobre o assunto. Da mesma forma, a diretora da Escola Monsenhor José Locks, Jaqueline Herartt, também se pronunciou sobre o tema.

Após a sessão, os manifestantes realizaram uma passeata pelo Centro de Major Gercino e foram até em frente a Delegacia de Polícia Civil.

A Polícia Civil investiga o caso de abuso sexual contra uma criança de três anos. A família registrou um Boletim de Ocorrência (BO) na Delegacia de Polícia Civil de São João Batista, após a Secretaria Municipal de Educação informar sobre o caso.

A menina estuda na Escola Monsenhor José Locks, da Rede Pública Municipal de Ensino, e relatou para uma profissional da instituição o que havia ocorrido na quinta-feira, 19, que consta em Boletim de Ocorrência (BO). A Secretaria de Educação e o Conselho Tutelar foram acionados.

Siga-nos no Google News

CLIQUE PARA CONTINUAR A LEITURA

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

topsul