Mulher chama polícia após sofrer racismo em Tijucas

A mulher teria sido chamada de "sem vergonha", "macaca" e outros adjetivos pejorativos

Mulher chama polícia após sofrer racismo em Tijucas Reprodução

A mulher teria sido chamada de "sem vergonha", "macaca" e outros adjetivos pejorativos

Participe do grupo e receba as principais notícias
da região em tempo real.

PUBLICIDADE FÁCILVEL

A Policia Militar foi acionada para deslocar-se até a Rua Manoel Nahum de Brito,  - Centro – Tijucas, onde foi informada que estava acontecendo uma ocorrência de Injúria qualificada pelo preconceito.

Ao chegarem no local a guarnição policial fez contato com as vítimas, as quais relataram que seu vizinho  tem problemas com álcool e/ou drogas e que no início da noite desta quarta-feira (8), o mesmo as chamou de "vagabunda, puta, sem vergonha, e que também as chamou de "macaca", dizendo também  que "não gosta de preto."

As vítimas relataram que os fatos acontecem reiteradamente, que sempre que o mesmo se embriaga usa esses tipos de ofensas.

PUBLICIDADE

InfoCell

TV Razão

Conversa Franca com Gean Loureiro
Conversa Franca

Prefeito de Tijucas participa do Conversa Franca

Assista agora!

Foi disponibilizado pelas vítimas, um vídeo feito com os áudios das ofensas, o acusado  não estava na residência no momento que a guarnição prestava o atendimento, foi orientado as vitimas sobre seus direitos.

A Policia Militar foi acionada para deslocar-se até a Rua Manoel Nahum de Brito,  - Centro – Tijucas, onde foi informada que estava acontecendo uma ocorrência de Injúria qualificada pelo preconceito.

Ao chegarem no local a guarnição policial fez contato com as vítimas, as quais relataram que seu vizinho  tem problemas com álcool e/ou drogas e que no início da noite desta quarta-feira (8), o mesmo as chamou de "vagabunda, puta, sem vergonha, e que também as chamou de "macaca", dizendo também  que "não gosta de preto."

TV Razão

Prefeito de Tijucas participa do Conversa Franca
Conversa Franca

Em pauta, saúde de Tijucas, destino do Hospital São José, obras na cidade e os bastidores da Administração Municipal. Assista!

Assista agora!

As vítimas relataram que os fatos acontecem reiteradamente, que sempre que o mesmo se embriaga usa esses tipos de ofensas.

Foi disponibilizado pelas vítimas, um vídeo feito com os áudios das ofensas, o acusado  não estava na residência no momento que a guarnição prestava o atendimento, foi orientado as vitimas sobre seus direitos.

Siga-nos no Google News

CLIQUE PARA CONTINUAR A LEITURA

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

UVEL 03