Policial Militar fabricava drogas em Santa Catarina e vendia para todo o Brasil

Investigações estão sendo realizadas desde o final de 2021

Policial Militar fabricava drogas em Santa Catarina e vendia para todo o Brasil Divulgação

Investigações estão sendo realizadas desde o final de 2021

Participe do grupo e receba as principais notícias
da região em tempo real.

Continua depois da publicidade

Um policial militar foi preso, nesta quarta-feira (25), no bairro Areias, em São José, na Grande Florianópolis, suspeito de envolvimento na produção, venda e distribuição nacional de drogas.

De acordo com a Polícia Civil, a Deic (Diretoria Estadual de Investigações Criminais) realizou o cumprimento de mandados de busca e apreensão e de prisão temporária contra uma pessoa suspeita de envolvimento. As buscas foram cumpridas nas cidades de Florianópolis, São José e Biguaçu.

Durante as buscas da Operação Drukken Op, foi apreendido prensas mecânicas, maquinário, insumos, princípios ativos e comprimidos já prensados e prontos para a distribuição.

Além disso, os policiais encontraram diversas munições de armas de fogo de uso militar e material indicando esquema montado para o tráfico de drogas.

Conforme apuração exclusiva da repórter da NDTV, Gabriela Milanezi, as investigações estão sendo realizadas desde o final de 2021, quando identificaram que o suspeito estava mandando remessas pelos Correios.

Em nota, a PMSC (Polícia Militar de Santa Catarina) informou que o caso está sendo acompanhado pela Corregedoria-Geral do órgão, que também acompanhou os agentes durante o cumprimento dos mandados. A Corregedoria-Geral, inclusive, "tomará todas as providências para que o fato seja esclarecido e que todas as ações legais necessárias sejam tomadas em conjunto com a Polícia Civil".

Segundo a Polícia Civil, o homem também comprava insumos que eram recebidos através dos Correios e transportadoras. Os comprimidos de ecstasy eram enviados para o Brasil inteiro como, por exemplo, Recife (PE), Porto Velho (RO) e Itamaraju (BA).

As investigações encontraram corantes que seriam utilizados para a fabricação da droga na residência do policial e também nos armários do batalhão.

A Corregedoria Geral da Polícia Militar de Santa Catarina também acompanhou os agentes durante o cumprimento dos mandados.

Confira a nota da PMSC:

"A Polícia Militar de Santa Catarina participou juntamente com a Policia Civil, no final da tarde desta quarta-feira, 25, da prisão de um policial militar, lotado no 24º BPM de Biguaçu, por suspeita em participação de produção de droga sintética.

Deu-se cumprimento a dois mandados de busca e apreensão em duas residências e em uma delas o policial foi preso em flagrante.

A Corregedoria-Geral da Policia Militar está acompanhando o caso e tomará todas as providências para que o fato seja esclarecido e que todas as ações legais necessárias sejam tomadas em conjunto com a Polícia Civil.

A PMSC reforça seu compromisso com a estrita legalidade, não compactuando com qualquer conduta ilícita nas fileiras da corporação."

FONTE: Gabriela Milanezi, repórter NDTV

Siga-nos no Google News

CLIQUE PARA CONTINUAR A LEITURA