Mãe e filho são presos por reagirem e matarem mulher suspeita de onda de assaltos

A vítima foi atingida por dois tiros, um no abdômen e outro no tórax, e morreu em via pública

Mãe e filho são presos por reagirem e matarem mulher suspeita de onda de assaltos

Divulgação

No WhatsApp do JR tem notícia toda hora! Clique aqui para acessar.

Na manhã desta quarta-feira (19), a Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Araranguá deflagrou uma operação para cumprir dois mandados de prisão temporária e um mandado de busca e apreensão relacionados ao homicídio de Márcia de Souza Fernandes, 42 anos, ocorrido no dia 8 deste mês no bairro Mato Alto, em Araranguá.

De acordo com as investigações, Márcia foi alvejada por disparos de arma de fogo durante a madrugada, enquanto tentava fugir dos suspeitos. A vítima foi atingida por dois tiros, um no abdômen e outro no tórax, e morreu em via pública devido aos ferimentos.

Os policiais civis da DIC de Araranguá identificaram os autores do crime como sendo uma mulher de 61 anos e seu filho de 18 anos. Ambos são proprietários de um imóvel no bairro Mato Alto e vinham fazendo a segurança do local, que estava sendo alvo de furtos frequentes.

Na noite do crime, os investigados flagraram Márcia tentando entrar na propriedade com uma chave de fenda na mão. Durante a abordagem, o jovem efetuou um disparo "a esmo". Em seguida, a mãe pegou a arma da mão dele e realizou outros disparos, que acabaram atingindo a vítima. Márcia tentou fugir, mas sucumbiu aos ferimentos na esquina seguinte.

Durante a operação, as prisões foram efetuadas e os suspeitos foram interrogados, momento em que relataram os detalhes do incidente. Na busca e apreensão, a mulher entregou voluntariamente o revólver calibre 32 utilizado no crime.