Itapema e Tijucas são destaque em desenvolvimento econômico em Santa Catarina

No Vale do Rio Tijucas e na Costa Esmeralda, os dois municípios são os melhores colocados quando o assunto é crescimento no PIB

Itapema e Tijucas são destaque em desenvolvimento econômico em Santa Catarina

Foto: Lorran Barentin / Jornal Razão

Participe do grupo e receba as principais notícias em tempo real.

O PIB per capita de Tijucas, que tem uma média de 49.474 habitantes, apresentou um grande aumento, segundo dados divulgados pelo IBGE. 

Entre 2019 e 2020, o crescimento foi maior que 7%. O valor, que é de R$ 48.369,17, está acima da média do estado, que é de R$ 48.159. Comparado ao número do país, a diferença é ainda maior: 35%.

Dentre as 50 cidades com maior PIB, Tijucas, que apresentou o valor de R$ 1.893.894,68, encontra-se em 36º. Esta quantia advém dos serviços, indústria, administração pública e agropecuária. 

Comparado a 2019, o município subiu duas posições, consolidando o desenvolvimento econômico.

A menos de 20 km de distância, outra cidade que também apresentou um grande crescimento foi Itapema. 


Com uma população estimada de 76.247, a cidade encontra-se em 26º lugar de todo o estado em relação ao PIB, que, em 2020, de acordo com o IBGE, era de R$ 2.406.021,01.

Em relação ao PIB per capita, Itapema, de acordo com o IBGE, apresenta o valor de R$ 35.730,51, estando na posição 159ª no estado.

GERAÇÃO DE EMPREGO

De janeiro a outubro deste ano, de acordo com o Portal Caravela, foram registradas mais de 10 mil admissões formais e 8,6 mil demissões em Tijucas, o que acarretou em um saldo positivo de 1.466 novos trabalhadores. Mesmo que o número seja inferior ao de 2019, que chegou a 1.603, na região de Itajaí, este é o quinto melhor desempenho.

Quando se considera o número de vagas comparado ao tamanho da população, esta é a 4ª cidade que mais cresce nesta região.

Ademais, um levantamento feito pela prefeitura da cidade apontou que, ao longo de 2022, o município registrou 6.368 empresas ativas, fator que também contribuiu com a geração de emprego.

Além disso, até outubro, foram realizados 2.579 atendimentos pelo Programa Cidade Empreendedora, do Sebrae, que tem como objetivo orientar os moradores em assuntos relacionados à gestão financeira, marketing digital e planejamento estratégico. Também foram registradas 179 aberturas de novos MEIs.

Já em Itapema, neste mesmo período, foram registradas 21,7 admissões formais e 17,6 mil desligamentos, o que resultou em um saldo positivo de 4.038 novos trabalhadores. O valor é maior que o de 2021, que foi de 2.449.

Na região, o município de Itapema está em 2º lugar com o melhor desempenho, principalmente quando se considera o valor da geração de vagas pelo tamanho da população.

Com cerca de 27.759 habitantes, Porto Belo, que também fica próximo às cidades, é um município que chama a atenção. 

O PIB per capita de 2020 é de R$ 60.832,87. Comparado ao valor anterior, o município apresentou um aumento de 3%. Em relação ao PIB, que é de R$ 1.334.186,61, o aumento foi de cerca de 2%. No estado, a cidade ocupa a 47ª colocação.

Em Bombinhas, município bastante conhecido por suas praias paradisíacas, sendo quatro delas com Bandeiras Azuis, o PIB per capita é de R$ 38.729,76. Com esse valor, o município está na 137ª colocação de todo o estado.

Já o PIB é de 7.875.69,61, fazendo com que a cidade permaneça entre as 100 primeiras de Santa Catarina. Sua colocação é a 76ª.

Em Canelinha, que tem cerca de 12.553 habitantes, o PIB per capita é de R$ 17.630, bastante abaixo da média estadual, que é de R$ 48.159. O número também é inferior ao valor médio nacional, que está na casa dos R$ 35 mil. De 295 cidades catarinenses, neste ranking, o município se encontra na 289ª colocação.

Já o PIB é de R$ 215.240,43, fazendo com que Canelinha fique em 175º lugar. Comparado ao ano anterior, a cidade caiu de posição, apesar do valor ter aumentado. Antes, a quantia era de R$ 205.870,48 e o município ocupava a 163ª colocação.

Com aproximadamente 32.360 moradores, São João Batista apresenta o PIB per capita de R$ 22.870,82. O valor diminuiu comparado ao ano de 2019, que era de R$ 24,600. Com isso, a cidade está na 270ª colocação estadual. Já o PIB é de 882.424,92, fazendo com que o município fique em 68º lugar. Em 2019, a quantia era superior a R$ 922 mil.

PIB EM SANTA CATARINA

O PIB per capita de Santa Catarina em 2020 era de R$ 48.159,2. Um resultado 34% acima do brasileiro, de R$ 35.935,7. Neste ano, o estado permaneceu com o quarto maior per capita do Brasil, atrás do Distrito Federal, São Paulo e Mato Grosso. O Estado desbancou o Rio de Janeiro, que ocupava a 3ª posição e caiu para a 6ª.

Além disso, dados apontam que Santa Catarina está entre os estados que mais ganhou participação no PIB brasileiro. Em 2002, participava com 3,7% do total, ganhando, portanto, 0,9 ponto percentual no período até 2020, ficando com 4,6%. Apenas avançaram acima desse patamar o Pará, que passou de 1,8% de participação em 2002 para 2,8% em 2020 e o Mato Grosso, que passou de 1,3% para 2,3% no período. Com isso, a economia catarinense permaneceu como a sexta maior do Brasil, atrás apenas de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná e Rio Grande do Sul.

PIB per capita é o produto interno bruto, dividido pela quantidade de habitantes de um país. O PIB é a soma de todos os bens de um país, e quanto maior o PIB, mais demonstra o quanto esse país é desenvolvido, e podem ser classificados entre países pobres, ricos ou em desenvolvimento.

O PIB per capita é um indicador muito utilizado na macroeconomia, e tem como objetivo a economia de um país, estado, ou região. Para o cálculo do PIB, é considerado apenas bens e serviços finais.

O PIB per capita é usado como indicador, pois quanto mais rico o país é, mais seus cidadãos se beneficiam. O PIB possui apenas uma consideração, é possível que o PIB aumente enquanto os cidadãos ficam mais pobres, e isso ocorre pois o PIB não considera o nível de desigualdade de renda das sociedades.

POR QUE VALORES SÃO IMPORTANTES?

Os números são importantes porque o PIB mensura a atividade econômica de uma região através de cálculos de oferta e demanda de bens e serviços. Por isso, o PIB per capita e o PIB são termômetros da economia. Isso significa que, quanto maior for o índice de um país, maior é sua atividade econômica.